Selecione seu local x
Pesquisar meu local atual

Artigos e Receitasver todas as matérias

Consultas e exames
em: Especialidades
23/07/2014 08:45
É bastante comum as pessoas saírem de um consultório com uma série de perguntas que não foram feitas ao médico ou sem saber porque ele lhes solicitou determinados exames. Fica fácil, nesses casos, atribuir toda a responsabilidade aos médicos “por quererem atender a muitos pacientes e não lhes sobrar tempo para dar a devida atenção a cada um”.
 
Mas a situação não é tão simples assim: sem que você lhe diga, o médico não pode saber de suas dúvidas ou que você não compreendeu o que ele falou. Por isso, sua conduta no consultório pode evitar os “retornos de esclarecimento” e, até, auxiliar seu médico a obter um diagnóstico preciso.
Em primeiro lugar, não aceite a teoria de que pacientes particulares têm melhor tratamento do que os de convênio. Lembre-se de que você paga pelo seu convênio e, se o médico aceitou atendê-lo, você tem direito a ser tratado como qualquer outro paciente.

+ Cuidado ao contratar planos médicos e odontológicos
+ Hormônios: Os verdadeiros mensageiros

No início da consulta, exponha seu problema ao médico com clareza. Ele precisa conhecer todos os sintomas, com que frequência ocorrem, os medicamentos que você utiliza e as doenças que você já teve. Também é importante que seu médico seja informado sobre os casos de colesterol alto, câncer ou diabetes que, porventura, ocorreram com membros de sua família. Convém, ainda, levar os resultados dos últimos exames (sangue, urina, raios-X, etc.) que você tenha feito.
Expressões como isquemia, psoríase e hipotireoidismo são tão corriqueiras para o médico como virabrequim e carburador o são para o mecânico. Por isso, se o médico empregar um termo técnico durante o diagnóstico, não se sinta constrangido em lhe pedir explicações.
Mesmo que as atitudes do médico demonstrem pressa, não saia do consultório com qualquer dúvida sobre o seu problema – sua gravidade, como será o tratamento, como afetará sua vida, se o medicamento receitado possui contra-indicações, a finalidade dos exames solicitados, etc. Contudo, não transforme a consulta em bate-papo, pois o médico tem outros pacientes para atender.

Os exames
Abaixo estão relacionados os exames mais comuns solicitados pelos médicos e sua finalidade.

Hemograma: verifica a existência de anemia ou infecção.
Glicemia: mede a taxa de açúcar no sangue.
Urina: detecta a existência de infecção urinária.
T3, T4 e TSH: mede a dosagem de hormônios da tireóide para verificar o funcionamento da glândula.
Dosagem de colesterol e triglicérides: verifica a taxa de gordura no sangue.
Eletrocardiograma, ecocardiograma e teste ergométrico: avaliam a função cardíaca.
Densitometria óssea: detecta a perda de massa óssea causada pela osteosporose.
Papanicolau e colposcopia: permitem o diagnóstico de infecções e tumores na vulva, vagina e no colo do útero e devem ser realizados anualmente após o início da vida sexual da mulher.
 
Imagem: © Gina Sanders - Fotolia.com
x

URL



Redes Sociais

Email

x
Seu nome
Seu email
Comentário