Selecione seu local x
Pesquisar meu local atual

Artigos e Receitasver todas as matérias

Grávida... e linda!
em: Estética e Beleza
26/09/2014 09:00
Momento inesquecível na vida das mulheres, a gravidez traz à tona o auge da feminilidade. Geradas pelas alterações hormonais, as mudanças físicas são inevitáveis e requerem alguns cuidados para garantir um visual mais belo do que nunca.

Livre de estrias
A hidratação da pele é fundamental na prevenção das temidas estrias. Causadas pelo estiramento da pele, costumam aparecer em abdômen, nádegas, raiz das coxas, quadril e mamas. Na luta contra as indesejadas marquinhas é fundamental não ganhar peso em excesso. Quando a constituição física da futura mamãe é considerada normal, o recomendado é engordar entre 11,5 e 16 kg.
Usar, ao menos duas vezes ao dia, cremes à base de uréia, vitamina E, lanolina e óleos também ajuda bastante. Os produtos não devem ser aplicados nos mamilos, pois a região deve estar mais endurecida para a amamentação.

+ O cuidado com as mãos

+ Como evitar falhas de sobrancelhas
+ Como fazer um spa em casa


Pele de pêssego
Os hormônios estimulam a pigmentação e a oleosidade da pele. Para evitar manchas, fuja do sol, use sempre protetor solar e cremes com vitamina C, que ajudam no clareamento da pele. Já para combater cravos e espinhas, limpe e tonifique com produtos próprios para pele oleosa: emulsão oil free (sem óleo), gel ou gel creme.
Atenção! Produtos com ácido retinóico e peelings (descamação provocada por ácidos) são proibidos durante gestação e amamentação. Podem causar má formação do feto e afetar o desenvolvimento do bebê.

Mexa-se
Exercitar o corpo é fundamental para a saúde e beleza da gestante. Além de controlar o ganho de peso e o surgimento de gordura localizada, exercício físico minimiza inchaços, dores lombares e facilita o bombeamento dos vasos sanguíneos, ajudando na prevenção de varizes.
É importante conversar com o médico para saber o limite e a freqüência da atividade. Caminhadas, alongamento e hidroginástica são as práticas mais indicadas.

Drenagem, só com fisioterapeuta
Adotada por muitas gestantes como eficaz tratamento estético, a drenagem linfática é uma massagem suave indicada para evitar a retenção de líquidos no organismo, combatendo estrias e celulite. A técnica é aprovada por muitos médicos, mas sua indicação não é unânime.
Os profissionais alertam que, se mal feita, a massagem pode provocar contrações uterinas e a antecipação do parto a partir do sexto mês de gestação, além de comprometer a circulação e causar hematomas. Na dúvida, consulte seu obstetra e só se submeta ao tratamento com fisioterapeutas e durante os seis primeiros meses.

Tingir ou não?
Alteração nas características naturais dos cabelos é outro sintoma da avalanche hormonal do período. Muitas mulheres experimentam uma agradável transformação, com madeixas mais brilhantes e encorpadas. Outras podem notar ressecamento, quebra e queda dos fios, principalmente após o parto.
Não se desespere. Para combater o ressecamento, use condicionador apropriado e faça hidratações regulares. A queda tende cessar após a amamentação.
Tintura à base de amônia e tratamentos químicos como relaxamento e permanente são totalmente proibidos. Xampus tonalizantes sem amônia e hennas naturais podem ser utilizados, mas somente após o primeiro trimestre.

Após o parto
Hora de curtir o bebê e recuperar a velha forma. É preciso ser paciente, pois o organismo leva algum tempo para voltar ao normal. Exercícios e dieta são as maneiras ideais de modelar a silhueta. Cirurgia plástica, lipoaspiração ou implantes só devem ser cogitados seis meses após o parto.
A amamentação, além de ser fundamental para a saúde do bebê e fortalecer o vínculo com a mãe, é também, um eficaz tratamento estético: gera a perda de cerca de 800 calorias diárias e estimula o útero a voltar ao normal.

Imagem: © Alena Ozerova - Fotolia.com 
x

URL



Redes Sociais

Email

x
Seu nome
Seu email
Comentário