Selecione seu local x
Pesquisar meu local atual

Artigos e Receitasver todas as matérias

Tudo em ordem
em: Serviços e Artigos Domésticos
14/10/2014 09:00
Não requer prática, muito menos habilidade. A organização da casa é questão de disciplina e ajuda  consideravelmente na administração do tempo, este bem tão precioso atualmente.

Confira algumas dicas para ajudar na arrumação de closets, armários, prateleiras e gavetas. É um bom começo para facilitar a vida e não perder aquele suéter de cashmere de que você tanto gosta, encontrar sua jaqueta de couro manchada de mofo ou ter que passar cada peça sempre que for usar.

+ Mudando de casa
+ Chás pré-casamento
+ Tudo em ordem



Descarte e organize
O primeiro passo é retirar tudo do armário ou closet. Roupas que não servem mais, com manchas ou muito gastas devem ser dispensadas. Elimine também o que não usa há mais de dois anos ou tem estilo típico de modismo que já passou. Ter espaço é importante para uma melhor visualização e disposição dos itens.
Aproveite para limpar internamente o móvel com aspirador de pó e produtos contra mofo. Para conservação, existe uma série de opções no mercado: forração, verniz, sachês, eletrônico, entre outros.
Finalizada a triagem, separe o que será guardado em gavetas, cabides, prateleiras e maleiros. Peças menores, como roupas íntimas, de praia, de ginástica, meias, lenços e shorts, devem ser acondicionadas em gavetas.
É conveniente separar por cores ou tipo de uso, dobrar ou fazer rolinhos para ganhar espaço. Outra opção é recorrer a sacos com bolsos que são pendurados na porta do armário.
Manter cintos enrolados ou no cós das calças danifica e deforma o material. Pendure-os no cinteiro ou em ganchos ou argolas no cabideiro.
Guarde as bolsas nas prateleiras, que podem armazenar, também, camisas de malha e lã. Para facilitar a escolha, empilhe as peças por ordem de cor, tecido e modelo.
As prateleiras são, ainda, um bom lugar para manter bijuterias, jóias e maquiagem. Para proteger os cosméticos da variação de temperatura e umidade, use nécessaires ou caixas com repartições. Se preferir, etiquete as embalagens e não perca tempo procurando o que deseja na hora de se arrumar.
Não é recomendável organizar as roupas por estação e guardar uma parte no maleiro, pois a troca a cada seis meses pode ser bem inconveniente e as peças ficarão amassadas.

Dicas muito úteis
• Usar um molde de papelão tamanho A4 para dobrar camisetas, camisas, regatas e moletons ajuda a organização em prateleiras e gavetas.
• Para facilitar a visualização, use um cabide para cada peça.
• Agrupar roupas por categorias - trabalho, dia-a-dia, festas - facilita encontrar o que procura.
• Pendure blusas frente única, tomara que caia e de um só ombro de cabeça para baixo.
• Vestidos devem ser colocados em cabides arredondados.
• Saias de malha, de corte enviesado ou godê deformam e não devem ser penduras.
• Cuidado com cabides com grampos para prender pelo cós. Alguns tecidos podem ficar marcados. Para evitar, use algodão entre a peça e o grampo.
• Casacos exigem cabides mais fortes. Pendure-os abotoados e separados por cor e estação.
• É interessante usar capas de TNT para roupas mais finas não usadas com freqüência.
• Pendure calças de tecido fino pelo vinco. Já, jeans, moletons e leggings podem ser dobrados.
• Se quiser aproveitar bem o espaço do maleiro, guarde as malas embaixo da cama sobre um suporte que facilite a retirada para limpeza.
• Roupas de cama e de banho devem ser mantidas juntas: lençóis de vira e fronha dentro da dobra do lençol de fora e toalha de rosto dentro da de banho.
• Guarde colchas e edredons finos em fronhas compradas avulsas.

Calçados
Organizar e guardar os calçados da maneira adequada prolonga a vida deles e preserva a saúde dos pés.
• Como foi feito com as roupas, avalie as condições de cada par e não hesite em descartar os que não estão em condição decente de uso ou já saíram de moda. O mesmo vale para aquele par que você acha chiquérrimo, mas machuca seu pé.
• Não guarde sapatos, sandálias e tamancos sem limpá-los e deixá-los arejando por um dia. Se costuma mantê-los em caixas, faça alguns furos na embalagem para promover circulação de ar e evitar a proliferação de fungos e bactérias.
• Outra opção é guardar os pares em sacos de flanela. E não se esqueça das etiquetas identificando cada um para facilitar a escolha.
• Para melhor conservação dos modelos de maior qualidade, use formas que mantêm o formato e a elasticidade natural. A mais indicada é a de cedro natural, que absorve a umidade.
• Engraxe e escove os sapatos regularmente e nunca os seque artificialmente, com secador de cabelo ou na secadora. Não é recomendável usar o mesmo sapato por dois dias seguidos.

Imagem: © Africa Studio - Fotolia.com
x

URL



Redes Sociais

Email

x
Seu nome
Seu email
Comentário