Selecione seu local x
Pesquisar meu local atual

Artigos e Receitasver todas as matérias

Sesc
em: Santo André, passado presente
02/12/2014 09:00
À primeira vista, é difícil imaginar o que há por trás – ou por baixo – do pavilhão situado no número 302 da rua Tamarutaca. A imensa estrutura de concreto que se vê da calçada é, no entanto, apenas o mais alto dos três pavimentos do complexo cultural e desportivo do Serviço Social do Comércio (Sesc) em nossa cidade.

Construído em área doada pela Prefeitura, o prédio foi projetado pelos arquitetos Tito Livio Frascino e Vasco de Mello de forma a adaptar-se ao desnível do terreno e respeitar a paisagem horizontalizada do entorno. Assim, é preciso entrar no edifício para vislumbrar todos os seus atrativos, que vão de biblioteca, teatro e centro de eventos a ginásio de esportes e parque aquático.

A esse respeito, inclusive, o gerente-adjunto do Sesc Santo André, Robson Silva, frisa que a entidade tem uma política de portas abertas: pessoas em geral podem usufruir de vários espaços e serviços, embora alguns deles sejam restritos aos trabalhadores do comércio.

Uma das áreas de livre acesso é a comedoria. Com preços acessíveis, o restaurante combina os princípios da nutrição e da gastronomia, valorizando o uso de ingredientes brasileiros, no preparo de refeições, lanches, salgados, saladas, doces e bebidas. Tudo devidamente ambientado em um local com mobiliário, louças e até cardápio exclusivos.

Também chamam a atenção do visitante, as obras assinadas por artistas plásticos brasileiros, como Chico Niedzielski, Gláucia Flügel, Luiz Sacilotto, Regina Silveira e Sandra Cinto, instaladas nos mais diversos ambientes.

Inaugurada em março de 2002 a unidade foi estruturada para receber até cinco mil pessoas por dia. Isso, somado ao fato de ser vizinha de quatro comunidades e dos bairros Campestre e Jardim, sem mencionar a proximidade com outros municípios, gera o afluxo de públicos bastante distintos. E todos podem desfrutar de uma ampla gama de exposições, shows, peças e atividades ali disponíveis. “Essa é a proposta do Sesc e é muito gratificante trabalhar com essa diversidade de pessoas”, comenta Silva.
x

URL



Redes Sociais

Email

x
Seu nome
Seu email
Comentário