Selecione seu local x
Pesquisar meu local atual

Artigos e Receitasver todas as matérias

Escolhendo o perfume certo
em: Estética e Beleza
10/12/2014 09:00
Já aconteceu de aquele perfume que você achou divino na loja ficar com cheiro completamente diferente quando você o usa? Ou de a deliciosa fragrância usada por um conhecido seu não surtir o mesmo efeito em você?

Por essas e outras razões, não se deve comprar um perfume só por impulso. O tipo de pele, o gene e até mesmo o estilo de vida e o ambiente influenciam nas essências do perfume e faz com que elas nunca fiquem iguais de pessoa para a pessoa.
A primeira dica é sempre experimentar uma fragrância na própria pele para ver como ela reage com a química do seu corpo. Passe cada marca escolhida em partes diferentes do antebraço para não misturá-las. Além disso, selecione no máximo seis tipos de perfumes para provar. Segundo especialistas, num curto espaço de tempo, é possível reconhecer cinco ou seis fragrâncias diferentes e só três aromas similares. Por isso, inclusive, comece pelas mais leves e deixe as mais pesadas para o fim.
O perfume é resultado de uma mistura média de 70 a 200 essências, por isso seu cheiro é dividido em etapas. A primeira impressão que se tem da fragrância é chamada de nota de cabeça ou de saída. É o cheiro sentido nos primeiros 15 minutos após abrir o frasco e testar o produto. Três a quatro horas depois da aplicação, as notas de coração ou de corpo são percebidas e é este o verdadeiro cheiro do perfume. Por fim, nas últimas quatro a cinco horas de evaporação, as notas de fundo dão corpo ao perfume e têm uma duração prolongada.

+ Transpiração x odor
+ Evite peles desidratadas
+ O poder do perfume

Classificação
Quando se define uma fragrância como cítrica ou amadeirada, o que se faz é dividi-la em famílias olfativas. Essa classificação é feita de acordo com as notas de coração, ou seja, o verdadeiro cheiro do perfume. Quando são misturadas duas essências na fabricação de um perfume, o resultado será um terceiro aroma, chamado acorde. Embora as fragrâncias possam ser separadas em inúmeras famílias, como cítrica, herbal, aldeído, couro, animal, etc., as principais são:
Floral: Composta por essências de várias flores, como verdes (com cheiro de grama); frutais (lembram o odor de alguma fruta); frescos (como se tivesse saído do banho); e doces (cheiro de baunilha e caramelo, por exemplo). Essas essências são as mais indicadas para uso diurno e durante a primavera e o verão.
Oriental: Agrupa fragrâncias de mais intensidade e fixação, como âmbar, mirra, sândalo, baunilha e bálsamo. O ideal é utilizá-las no período noturno, em especial no frio.
Chipre: Reúne harmoniosamente notas leves, como as cítricas, com as de tons mais pesados, como o musgo. Deve ser usado em dias de clima mais fresco.
Saber diferenciar a família olfativa do perfume é útil quando uma fragrância sai de linha e a pessoa quer encontrar uma parecida.

Diferenças
Extrait ou parfum: É mais nobre e com maior concentração de álcool. Dura cerca de 12 a 20 horas na pele;
Eau de parfum ou parfum de toilette: Permite um perfumar mais sutil e marcante ao mesmo tempo. Sua fixação dura de seis a oito horas;
Eau de toilette: Possui as notas frescas ressaltadas e pouca concentração alcoólica. Fixa na pele de quatro a seis horas; e
Eau de cologne: Tem as notas de cabeça acentuadas e as notas de corpo simplificadas para proporcionar sensação de frescor. O odor na pele é passageiro, por isso é ideal após o banho.
A principal diferença entre elas, no entanto, são as concentrações. A colônia (eau de cologne) é a mais leve, seguida da eau de toilette. O parfum de toilette e o extrait são os mais concentrados.

Cuidados
* A claridade da luz solar ou artificial pode estragar o perfume. Por isso, guarde-o no armário ou em outro lugar fresco e escuro. O banheiro não é indicado porque a umidade e oscilações de temperatura são prejudiciais às fragrâncias;
* O calor pode destruir uma essencia. Assim, deixe-as longe de altas temperaturas;
* Mesmo fechado, o perfume perde a capacidade de fixação. Quando comprar um não guarde, use;
* A vida útil de um perfume geralmente é de três anos a partir da data de fabricação. Alguns, quandos armazenados de forma correta podem durar mais. Quando a coloração tender para o caramelo e o aroma ficar avinagrado, é hora de jogar fora; 
* Mantenha os perfumes em suas caixas originais e nunca os deixe destampados por muito tempo.

Imagem: © adisa - Fotolia.com

x

URL



Redes Sociais

Email

x
Seu nome
Seu email
Comentário