Selecione seu local x
Pesquisar meu local atual

Artigos e Receitasver todas as matérias

Uso racional da água
em: Construção e Reforma
21/01/2015 09:00
Apenas 1% de toda a água existente na Terra é potável. Entretanto, o crescimento populacional, a poluição e o aquecimento global têm diminuído significativamente as reservas mundiais.

Enquanto os países do Oriente Médio chegam a pagar três barris de petróleo por um barril de água, nós, aqui no Brasil, desperdiçamos 40% da água que chega às nossas casas. Ainda não nos demos conta de que este recurso não é inesgotável e precisa ser utilizado de maneira racional.
A mudança de pequenos hábitos em nosso dia-a-dia pode reduzir significativamente esse desperdício. Com isso, além de pagarmos uma conta menor no fim do mês, estaremos "poupando" água para o futuro. Veja o que você pode fazer: 

+ Reforma Planejada

+ Melhor prevenir do que reformar
+ À prova de choque

Banheiro: 
• Diminua o tempo de banho para cerca de 15 minutos e, de preferência, feche a torneira enquanto se ensaboa (principalmente no verão);
• Lembre-se de fechar a torneira da pia enquanto escova os dentes e, também entre um enxágue e outro;
• Ao invés de barbear-se com a torneira aberta, use um tampão para reter um pouco de água na pia;
• Se for possível, instale redutores de vazão em torneiras e chuveiros;
• Ao construir ou reformar seu banheiro, prefira as caixas de descarga, pois são muito mais econômicas que as válvulas. 

Cozinha: 
Ao lavar a louça:
• Com o auxílio de uma escova, remova os restos de comida de pratos e panelas e jogue-os no lixo;
• Deixe a louça de molho na cuba da pia por alguns minutos, para facilitar a lavagem;
• Use a água do molho para ensaboar toda a louça, assim a torneira pode ficar fechada;
• Enxague a louça com água corrente - mas não é necessário deixar a torneira totalmente aberta para isso.
• Deixe também as verduras de molho em uma bacia e, depois, use um pouco de água corrente para completar a lavagem;
• Independentemente do número de peças lavadas, a operação de uma lavadora de louças consumirá a mesma quantidade de água. Por isso, coloque-a em funcionamento apenas quando estiver com toda a sua capacidade preenchida. 

Lavanderia:
• Coloque um pouco de água no tanque, deixe as roupas de molho por algum tempo e utilize essa mesma água para esfregar as roupas. Dessa forma, a torneira só ficará aberta durante o enxague das roupas. Armazene a água do molho em baldes para depois utilizá-la no quintal;
• Assim como a lavadora de louças, a máquina de lavar roupas sempre deve ser usada em sua capacidade total;
• Tanto no tanque quanto na máquina, não use sabão em excesso para evitar enxagues desenecessários;
• Se a instalação da saída de água da sua lavadora de roupas permitir, desvie a mangueira de saída d'água para o tanque, a fim de armazenar a água do último enxague. Bastante limpa, essa água pode ser reutilizada para lavar o chão do quintal, do banheiro ou da cozinha;
• Na hora de comprar ou trocar sua máquina de lavar, lembre-se que as de abertura frontal consomem menos água que as de abertura superior. 

Plantas:
• Regar vasos ou jardins nas primeiras horas da manhã ou no fim da tarde reduz as perdas de água por evaporação;
• Utilize sempre regadores ou manqueiras tipo revólver durante a rega e molhe a base da planta, não suas folhas;
• Cubra a terra de vasos e canteiros com folhas mortas. Além de ser um excelente adubo para as plantas, isso ajuda a conservar a umidade por mais tempo.
• Aproveite a chuva:
• Quanto começar a chover, coloque as plantas que ficam em áreas cobertas para serem regadas pela água da chuva;
• Colete a água da chuva que sai das calhas em baldes e, depois, utilize-a para regar as plantas.

Diversos: 
• Use somente o balde, nunca a mangueira, para lavar o carro;
• Calçadas e quintais devem ser varridos com vassoura, não com água da mangueira. Se, depois de limpos, você quiser jogar um pouco de água para eliminar a poeira, use aquela que armazenou durante a lavagem da roupa;
• Quando armazenar água da chuva ou da lavagem de roupas, não se esqueça de tampar os baldes para que não se tornem criadouros de mosquitos da dengue;
• De gota em gota, uma torneira pingando joga muita água fora. Esteja sempre atento a possíveis vazamentos e conserte-os imediatamente.
Imagem: © koya79 - Fotolia.com  Matérias relacionadas? + De porta em porta + Atenção com a rede hidráulica + Lar, seguro lar
x

URL



Redes Sociais

Email

x
Seu nome
Seu email
Comentário