Selecione seu local x
Pesquisar meu local atual

Artigos e Receitasver todas as matérias

Melhor prevenir
em: Carros, Motos e Bicicletas
07/04/2015 09:00
O roubo ou furto de veículos pode ser dificultado por meio de dispositivos de segurança. Atualmente, são várias as opções no mercado: além dos tradicionais alarmes e travas, existem sistemas que permitem rastrear e bloquear o veículo via tecnologia móvel.

Dificultando a vida dos bandidos, os equipamentos também podem render descontos de até 30% nos seguros. Embora nem sempre seja possível evitar uma ocorrência, o prejuízo será reduzido ou anulado se o carro estiver segurado. Segundo especialistas em segurança, o ideal é sempre combinar dois ou mais meios de proteção.
+ Cuidado com celular ao volante
+ O que fazer ao presenciar ou sofrer um acidente de trânsito
+ Cuidado com os pneus
 
Dispositivos de segurança
· Trava: uma das opções mais acessíveis, as travas podem ser instaladas no disco de freio, câmbio, volante, pedais, sistema elétrico para
travamento automático das portas, entre outros. Existem também opções para motos. Não há garantia de inviolabilidade, porém o empecilho pode fazer o bandido desistir do seu carro.
· Corta-energia ou corta-combustível: impede que o carro seja ligado ou causa a parada do veículo após alguns metros. Deve ser instalado em local estratégico, nunca à vista, para não ser desativado com facilidade em furtos (ocorrência sem contato entre ladrão e vítima). Já em caso de roubo (a subtração do bem mediante ameaça), recomenda-se não tentar acioná-lo para evitar reação do assaltante.
· Alarme sonoro: o dispositivo, que pode vir de fábrica ou ser instalado, é importante na prevenção aos arrombamentos e furtos. Costumam ser acionados por um controle, que deve ficar junto à chave; outros funcionam pelo contato direto da chave na ignição. Muitos alarmes são combinados com sistema de travamento de portas à distância e/ou corta-combustível.
· Sistema bloqueador: mais acessível do que os rastreadores, o bloqueador do motor é ativado após uma ligação do proprietário do veículo para a central do prestador de serviço.
· Rastreador: também acionado por uma central após contato do motorista, além de bloquear o veículo, o sistema permite localizá-lo. Disponibilizado via triangulação de antenas - mais simples e acessível - direcionamento de radiofrequência ou GPS - mais eficiente e caro - este também permite monitorar regularmente a velocidade e rota do veículo.

Vacina antifurto
Conhecida como vacina antifurto, a marcação do número do chassi em janelas e outras partes do veículo é também inibidor de roubos e furtos, pois as peças perdem valor para revenda. Rende descontos em várias companhias seguradoras.

Seguro
Contrato que prevê ressarcimento de prejuízos conforme acordado, pode cobrir roubo, furto, incêndios e intempéries da natureza, além de colisões, inclusive para terceiros. O seguro de automóveis, ainda que custoso, é bem mais barato do que o de motos, que tem maior taxa de sinistralidade. Mesmo entre os veículos, o valor varia bastante em decorrência da região, modelo e tipo de cobertura.

Sistema Alerta da Polícia Rodoviária
Criado para facilitar a recuperação de veículos, o sistema permite a divulgação imediata dos dados do veículo roubado. A ocorrência deve ser feita pela própria vitima, de preferência em até 72 horas. O alerta pode ser registrado pelo telefone da Polícia Rodoviária Federal, o 191, ou pelo site 
www.dprf.gov.br/PortalInternet/alerta.faces.

Cuidados básicos
Ainda que protegido por seguro e dispositivos de segurança, não se pode bobear. Não diz o ditado que a ocasião faz o ladrão? Para evitar atrair atenção dos bandidos, tenha o cuidado de evitar deixar o veículo em locais ermos, aplique películas escurecidas nos vidros e não circule com eles abertos. Lembre-se de nunca deixar bolsas e outros objetos à vista.

Imagem: © Kelpfish - Fotolia.com

x

URL



Redes Sociais

Email

x
Seu nome
Seu email
Comentário