Selecione seu local x
Pesquisar meu local atual

Artigos e Receitasver todas as matérias

Nadando a favor da corrente
em: Mexendo com o Corpo
12/06/2015 09:00
Grande destaque das últimas olimpíadas, o nadador norte-americano Michael Phelps bateu recordes com excepcional performance em um esporte tão completo como a natação. A modalidade, uma das mais recomendadas pelos médicos, trabalha com todos os músculos do corpo e amplia a capacidade de vários órgãos, entre outras vantagens. Para usufruir seus benefícios, não é preciso repetir o desempenho de Phelps, basta disposição.

Mínimo impacto é um dos diferenciais da atividade física que já era praticada na Grécia Antiga. Da imitação dos movimentos de animais aquáticos surgiram as técnicas que colocaram a natação entre as modalidades das Olimpíadas da era antiga.

Além de competição, a natação era parte do treinamento dos soldados gregos e romanos. A prática seria aperfeiçoada pelos ingleses, que criaram as primeiras regras como esporte competitivo.

Saudável e completa, a atividade tanto trabalha com diversos grupos musculares e articulações como desenvolve o sistema cardíaco e respiratório. Fortalece o músculo do coração e a capacidade de contração e expansão dos pulmões. Alivia tensão, reduz gordura corporal com gasto aproximado de até 600 calorias por hora, e atua ainda na melhora da coordenação motora e da oxigenação cerebral.

Tudo isto com risco mínimo de lesão pelo fato de o impacto dos movimentos ser amortecido pela água, o que contribui, inclusive, na recuperação de traumas existentes e alivia sintomas da artrose, da fibromialgia e demais males que envolvam dor nas articulações.

Afora todos os benefícios físicos, nadar regularmente tem efeito mental relaxante e ativa a memória pela melhora da oxigenação do cérebro. Também alavanca a autoestima por proporcionar sensação de independência e liberdade.

Capaz de proporcionar condicionamento físico apurado, a natação exige dedicação para alcançar seus benefícios. Sua prática deve ser contínua e orientada por profissionais.

+ Exercitando-se com aeróbicos

+ A avaliação médica é importante
+ Não exagere nos exercícios

Para todos

O baixo impacto dos movimentos permite que a natação seja praticada por uma vasta diversidade de pessoas. Bebês, grávidas e idosos, todos podem aderir, desde que, claro, passem por avaliação médica prévia.

Portadores de necessidades especiais são também muito beneficiados pelo esporte. Além dos benefícios físicos, a possibilidade de locomoção para quem tem movimentos limitados, por exemplo, tem valor emocional inestimável.

Pesquisas constataram que bebês que praticam natação desde os seis meses não apenas são beneficiados organicamente como ainda podem ter vantagens no desenvolvimento social, tornando-se uma criança mais participativa e independente. Segundo o estudo, as possibilidades motoras e cognitivas também são alavancadas. A prática por bebês, contudo, necessita ser acompanhada por profissional capacitado e especializado.

Como demais atividades físicas, nadar exige atenção com a dieta. Por gastar bastante energia, nadar costuma gerar mais fome. A reposição deve ser feita com alimentação saudável e balanceada.

Entre os cuidados para a prática, incluem-se a utilização de protetor solar em piscinas descobertas, óculos apropriados, para evitar irritações, e tampão de ouvido, para prevenir inflamações.

Estilos

Em uma competição olímpica, são demonstradas todas as variações do esporte. São os estilos: crawl (nado livre), borboleta, peito e costas. As modalidades ainda diferem quanto às distâncias. Cada uma exige treinamento focado para melhor performance.

Conheça as modalidades que rendem medalhas.
• Crawl (nado livre): 50, 100, 200, 400, 800 e 1500 metros
• Costas: 100 e 200 metros
• Peito: 100 e 200 metros
• Borboleta: 100 e 200 metros
• Medley (os 4 estilos): 200 e 400 metros
• Revezamento 4 x 100 metros livres
• Revezamento 4 x 200 metros livres
• Revezamento 4 x 100 metros nos quatro estilos

Imagem: © Maridav - Fotolia.com 
x

URL



Redes Sociais

Email

x
Seu nome
Seu email
Comentário