Selecione seu local x
Pesquisar meu local atual

Artigos e Receitasver todas as matérias

Musculação na medida certa
em: Mexendo com o Corpo
04/11/2015 08:00
Construa um treino saudável e evite complicações

Não é de hoje que a musculação vem conquistando o gosto dos brasileiros. Segundo dados da pesquisa Vigitel (Vigilância de Fatores de Risco e Proteção para Doenças Crônicas por Inquérito Telefônico) 2013, realizada pelo Ministério da Saúde e publicada no blog do órgão em 24 de outubro de 2014, o número de pessoas que relatam praticar a modalidade no país cresceu 50% entre 2006 e 2013.

Dentro dessa estatística, é importante observar que os treinamentos de força exigem muito do corpo, podendo prejudicar a saúde quando não desenvolvidos com segurança. De acordo com o coordenador da área de Pesquisa em Reabilitação do Aparelho Locomotor no Instituto de Pesquisa e Ensino do Hospital Ortopédico e Medicina Especializada e da Pós-graduação em Fisioterapia Traumato-Ortopédica e Esportiva do Centro Universitário de Brasília (UniCEUB), Marcio Oliveira, os principais problemas de se praticar a atividade sem supervisão estão relacionados a lesões de músculos, tendões e ligamentos do aparelho locomotor.

Normalmente, esses danos decorrem do excesso de peso nos exercícios, da falta de aquecimento e de treinos executados sem acompanhamento profissional. “Todos os riscos inerentes à prática inadequada da musculação podem ser anulados quando a atividade é prescrita e monitorada por um profissional de educação física. Assim, os benefícios se sobrepõem a qualquer risco”, esclarece o prof. Oliveira.

Realizada corretamente, a musculação favorece a saúde do corpo, ajudando as articulações, a resistência muscular e o ganho de força, além dos visíveis resultados estéticos.

+ Exercitando-se com aeróbicos
+ Entendendo sobre musculação
+ Não exagere nos exercícios

Alongamento e Flexibilidade

Ao contrário do que é dito, a musculação pode ser uma grande aliada para o ganho de flexibilidade. O erro mais comum nesses casos é priorizar a mobilização de carga em detrimento da amplitude de movimento, o que deixa o praticante menos flexível. Para que isso não aconteça, é necessário ter em mente que todos os movimentos devem ser executados em sua amplitude completa.

O alongamento deve ser feito de acordo com o objetivo do praticante. Para ganho de flexibilidade, é recomendando alongar antes do treino. Se, no entanto, a prioridade estiver nos outros efeitos da musculação, o alongamento deve ser feito depois da prática.

Musculação na adolescência
Segundo o prof. Oliveira, a prática de musculação na adolescência é segura, não prejudica a estatura do jovem e ainda melhora diversos aspectos relacionados ao desenvolvimento motor. “A única restrição técnica para indivíduos nesta faixa etária é o emprego de cargas máximas. Em geral, entre 14 e 16 anos, já é possível iniciar a prática de musculação com um formato parecido com o utilizado para adultos”, explica.

Dicas
·  
É importante realizar exercícios de aquecimento antes da musculação ou, quando feita antes do treino, da sequência de alongamentos;

·   Fazer alongamentos após o treino de musculação não reduz a dor muscular tardia;

·   Descanse de 48 horas a 72 horas entre cada sessão: esse período é necessário para a que a musculatura se recupere;

·   Utilize entre um e três minutos de recuperação entre os exercícios, de acordo com o tempo dado para recuperação utilizada entre cada série.

Imagem: © MaxRiesgo - Fotolia.com

x

URL



Redes Sociais

Email

x
Seu nome
Seu email
Comentário