Selecione seu local x
Pesquisar meu local atual

Artigos e Receitasver todas as matérias

Centro Cultural
em: Santo André, passado presente
07/04/2016 18:02
A imagem que ilustra esse post mostra parte do mural de Roberto Burle Marx instalado no saguão do Teatro Municipal. Composta por figuras geométricas e formas sinuosas moldadas em alto e baixo relevo no concreto aparente, a obra é formada por três painéis com 3,4 metros de altura. O comprimento deles varia: 11,7 metros, 7,74 metros e 10 metros(1).

+ Curiosidades sobre o Teatro Municipal de Santo André
Paranapiacaba: a "pequena Londres" andreense
+ Conheça a história do Paço Municipal de Santo André
Há poucas informações sobre o tríptico, a começar pela data de sua inauguração, em algum dia perdido entre 1970 e 1971. Sabe-se, contudo, que Burle Marx empregava com frequência painéis – em concreto, azulejos e, mesmo, afrescos – na composição de espaços(2). O recurso pode ser observado em outros trabalhos de sua autoria, como no prédio da Fiesp, na Abadia de Santa Maria e, até, em residências.
Não é de se estranhar, portanto, que, ele tenha brindado a cidade com uma de suas criações ao ser encarregado do projeto paisagístico do Paço Municipal (em parceria com Rino Levi, responsável pelo projeto arquitetônico). Menos ainda que tenha optado por instalá-la em uma das áreas de maior circulação de pessoas no prédio idealizado para ser a sede da vida cultural andreense.
Isso porque, quando pensou em centralizar os serviços e poderes municipais no Paço, o então prefeito Fioravante Zampol desejava que ali também fosse um lugar que propiciasse o convívio por meio das artes e do lazer. Assim, a construção do “prédio da biblioteca”, como é popularmente conhecido, ao lado dos edifícios dos poderes executivo, legislativo e judiciário, simboliza a importância que ele atribuía à cultura como agente promotor da cidadania.
O Centro Cultural reúne a Secretaria da Cultura, a biblioteca, o teatro, o auditório, o salão de exposições, a pinacoteca e o espaço permanente de fotografia. Isso sem mencionar o saguão que, além de possibilitar o trânsito entre os espaços, comumente é palco de diversas atividades. Um local que, sem dúvida, merece o destaque que lhe foi conferido pelo conjunto de painéis de Burle Marx.
 
(1) SANTO ANDRÉ. Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Trabalho. Departamento de Indicadores Sociais e Econômicos. Anuário de Santo André 2009 – Ano-base 2008. Santo André: Prefeitura de Santo André, 2009. 310 p.
(2) TANURE, Joana Dias. O projeto de paisagismo de Burle Marx e equipe para o "Parque da Cidade" em Brasília. 2007. 177 f. Dissertação (Mestrado em Arquitetura e Urbanismo) - Universidade de Brasília, Brasília, 2007.
 
x

URL



Redes Sociais

Email

x
Seu nome
Seu email
Comentário