Selecione seu local x
Pesquisar meu local atual

Artigos e Receitasver todas as matérias

A inigualável comida nordestina
em: Comendo Fora
21/06/2016 15:09
 Rica em variedade de pratos, a culinária nordestina é marcada, principalmente, pela presença de temperos fortes e apimentados

Inconfundível pelos sabores e aromas, a gastronomia do nordeste é uma das mais apreciadas no Brasil. Influenciada pela cultura portuguesa, africana e indígena, a comida nordestina começou a ser formada desde o período colonial. Boa parte das iguarias é encontrada em todos os nove Estados da região, ainda que cada um possa ter seu modo especial de preparo.

Ela venceu preconceitos e ganhou grifes: conheça a história da cachaça
Temperos do mundo que melhoram o sabor
Conheça a história da Feijoada, prato extremamente popular no Brasil

Há delícias à base de produtos agrícolas como macaxeira (aipim ou mandioca), inhame, batata-doce, quiabo, jerimum (abóbora) e coco de dendê. Também não faltam iguarias bem temperadas e apimentadas, a exemplo de acarajé, vatapá e baião de dois, nem comidas feitas com milho e coco: cuscuz, pamonha e mungunzá (canjica). No interior nordestino, a carne seca (carne de sol ou jabá) é outro ingrediente fundamental da culinária.
Pelo fato de todos os Estados serem banhados pelo Oceano Atlântico, o consumo de peixes e frutos do mar também é favorecido. São comuns os bobós de camarão, moquecas de peixe, caldinhos de sururu e mariscadas de siris.
Em pratos doces, além da rapadura e tapioca, não podem faltar frutas tropicais como manga, caju e abacaxi, geralmente consumidas in natura ou em compotas.
 
Toque especial
Essenciais, os temperos marcam a personalidade da gastronomia nordestina. Coentro, cominho e pimenta de diversos tipos são os mais usados. Outras especiarias encontradas nos pratos são o cravo-da-índia, a erva-doce, a canela e o alecrim.
O azeite de dendê é mais um ingrediente que dá sabor, cor e aroma peculiar à comida. Muito utilizado na Bahia, ele está presente na preparação de saladas, frutos do mar, farofas, vatapá e no famoso acarajé.  
Ingredientes como o leite de coco e o azeite de dendê tornam as receitas altamente calóricas, enquanto que temperos e pimentas podem causar irritação gástrica em quem não está habituado a eles. Por isso, convém consumir as iguarias com moderação.

Almoço à moda nordestina (receitas testadas e aprovadas)
• Sarapatel
Ingredientes: 1 fissura de porco completa (fígado, bofe e coração), 2 cebolas grandes picadas, 2 pimentões verdes picados, 8 tomates sem pele e sem sementes picados, 8 dentes de alho amassados, 2 folhas de louro, 1 colher (sopa) de tempero baiano, 2 colheres (sopa) de colorau, 3 colheres (sopa) de vinagre, ½ xícara de óleo, sal e cheiro-verde a gosto.
Modo de preparo: Em uma panela grande, fervente a fissura duas vezes com água e vinagre. Depois de fria, corte-a em cubos e reserve. Em outra panela, doure o alho e a cebola no óleo. Jogue a fissura em cubos e acrescente os demais ingredientes. Refogue por 15 minutos, adicione ½ litro de água e deixe apurar em fogo baixo por aproximadamente 40 minutos ou até formar um molho consistente. Sirva com arroz e farinha de mandioca torrada.
 
• Bolo de macaxeira
Ingredientes: 1 quilo de macaxeira cozida, 2 xícaras de açúcar, 3 ovos inteiros, 2 colheres (sopa) de margarina, ½ copo de leite, 100 gramas de coco ralado, 1 colher (sopa) de fermento em pó.
Modo de preparo: Cozinhe a macaxeira. Depois de fria, amasse-a com um garfo em uma tigela. Acrescente todos os demais ingredientes e misture até formar uma massa homogênea. Coloque-a em uma forma untada com margarina e leve para assar por aproximadamente 40 minutos. Se preferir, depois de assado, corte o bolo em pedaços na assadeira e jogue leite condensado e coco para enfeitar.
x

URL



Redes Sociais

Email

x
Seu nome
Seu email
Comentário