Selecione seu local x
Pesquisar meu local atual

Artigos e Receitasver todas as matérias

Banda ou DJ: qual o melhor para sua festa
em: Festas
03/10/2016 09:28
 Para quem gosta de requebrar o esqueleto, a música é essencial para garantir a alegria de uma festa. Por isso, o profissional que fica encarregado pela sua execução tem de ser selecionado a dedo

Animação é a palavra-chave que não pode faltar na pista de dança da sua festa. Se a intenção, portanto, é fazer todos os convidados balançarem os quadris, a escolha dos profissionais que vão agitar o evento exige atenção especial.
Sua comemoração pode ser embalada por música ao vivo, tocada por banda, ou mecânica, executada por DJ. Para decidir qual a melhor alternativa, você precisa considerar fatores como estilo da festa, número de convidados, local do evento e, principalmente, valor a ser investido. Como o público é bastante diversificado, também é importante pensar em uma trilha sonora eclética para agradar dos mais jovens aos mais idosos. 

+ Quem casa quer festa (parte 1)
A importância de um fotógrafo profissional
+ Quem casa quer festa (parte 2)

A interação com os convidados é o diferencial da banda. Por isso, espere por improvisos, brincadeiras e coreografias que energizam o ambiente. Outra vantagem está na possibilidade de você selecionar um estilo musical específico: duplas sertanejas, cantores de samba, rock and roll ou especializado em alguma época, como anos 60. Um dos membros da banda pode, inclusive, atuar como mestre de cerimônia. Em casamentos, por exemplo, anunciando a entrada dos noivos, o início da valsa e a hora da jogada do buquê.
Por outro lado, a banda tem custo elevado e repertório mais restrito, necessita de intervalos e mais espaço no salão para aconchegar integrantes e equipamentos. Além disso, só toca, normalmente, de duas a três horas, forçando a contratação de um entretenimento complementar. 
Atualmente, a alternativa mais usual é o DJ. Além de executar as músicas em suas versões originais, ele tem bibliotecas musicais vastas e atualizadas. Também ocupa pouco espaço e toca durante todo o festejo, sem pausas. A melhor parte fica ainda por conta do custo-benefício, bem inferior ao da banda. 
O DJ, porém, tem suas desvantagens: nem sempre interage com os convidados, pode não servir como cerimonialista e preparar uma playlist inadequada ao gosto musical do seu público. Por isso, é fundamental que você eleja a lista de canções juntamente com o profissional a fim de evitar surpresas desagradáveis no grande dia. 
Agora, se o orçamento estiver bem folgado, a contratação da banda mais o DJ vale muito a pena. Eles podem revezar as apresentações e garantir muitas horas de show. 
No entanto, atente-se ainda para o barulho que ambos possam causar. Bandas e DJs não têm controle de volume e isso pode acabar com sua festa mais cedo devido à vizinhança irritada ou convidados que vão embora porque preferem conversar. 
Independentemente da sua escolha, fica a dica: peça referências para quem já casou, assista ao vivo cada opção, faça contratos para assegurar o cumprimento dos deveres do profissional e tenha muita cautela quanto aos preços. Como diz o velho ditado "o barato sai caro". Seguindo todas essas orientações, a pista de dança da sua festa vai ser um sucesso, com convidados dançando até o raiar do dia. 
x

URL



Redes Sociais

Email

x
Seu nome
Seu email
Comentário