Selecione seu local x
Pesquisar meu local atual

Artigos e Receitasver todas as matérias

Mitos e verdades sobre os cremes anti-idade
em: Estética e Beleza
19/07/2017 09:36
Uso de cremes e outros medicamentos com a propriedade deve ser acompanhado por dermatologista
 
Máscaras redutoras de rugas, pomadas para clarear a pele, fórmulas para remover manchas e outras promessas para eliminar os sinais do envelhecimento podem, muitas vezes, trazer resultado nada agradável. Mitos e verdades sobre esses produtos de beleza são revelados pela dermatologista da Sociedade Brasileira de Dermatologia – Regional São Paulo, dra. Cintia Braghiroli.
A especialista adianta que, quando cosméticos e outros medicamentos antienvelhecimento são usados de forma incorreta, podem causar problemas sérios à saúde da pele. “Qualquer produto ou procedimento, quando não usado ou prescrito corretamente, pode trazer efeitos indesejados, levando à formação de manchas que pioram o aspecto de envelhecimento e até causam quadros de alergia. Por isso a importância do acompanhamento regular e que medicamentos e procedimentos sejam feitos por um médico com título de especialista em dermatologia”, salienta.
A preocupação com a textura da pele pode levar as pessoas a caírem em armadilhas da internet. As promessas são muitas e, quando os produtos inadequados não causam problemas como irritações e reações alérgicas, amenizam somente por algumas horas os sinais causados pela ação do tempo. “Os produtos que prometem o chamado ‘efeito Cinderela’, que vêm sendo muito divulgados na internet, não são considerados como tratamento para rugas. Eles apenas disfarçam as imperfeições da pele por um curto período de tempo, em geral por volta de seis horas”, diz a dermatologista.
O que deve ser entendido como sinais do envelhecimento da pele são rugas, marcas, manchas e mudanças na aparência. O mais indicado, conforme a dermatologista, é manter cuidados constantes, principalmente em relação à proteção contra os raios solares. “O envelhecimento da pele é causado pela influência da idade e de fatores como a exposição ao sol. Atualmente existem, sim, diversos produtos e medicamentos que auxiliam na melhora de algumas características da pele, como a textura, e promovem hidratação e clareamento de manchas, o que possibilita atenuar alguns sinais do envelhecimento”, explica.
 
Não tente em casa
Mesmo que existam produtos que comprovadamente trazem benefícios e reduzem os sinais de envelhecimento da pele, o correto é que sejam receitados por um médico especialista e, dependendo dos componentes, aplicados em consultório dermatológico. 
“Alguns mitos existem, como, por exemplo, a afirmação de que as rugas já instaladas podem ser totalmente revertidas apenas com uso de cremes dermatológicos. Elas podem ser atenuadas, mas para conseguir um efeito maior de atenuação, é necessária a realização de procedimentos em consultório dermatológico”, orienta a médica.
A dra. Braghiroli ainda alerta sobre produtos como cremes hidratantes e maquiagens que possuem FPS (Fator de Proteção Solar). “Eles não devem ser usados como forma única de proteção da pele contra a exposição ao sol, sendo o uso de um protetor solar indispensável junto a esses produtos. Na dúvida, procure sempre um médico dermatologista para esclarecer o uso e indicações mais adequados para sua pele” reforça a especialista. 
 
Camila Galvez Comunicação para o Tá na Mão
x

URL



Redes Sociais

Email

x
Seu nome
Seu email
Comentário