Selecione seu local x
Pesquisar meu local atual

Artigos e Receitasver todas as matérias

Arroz com feijão: simples, saboroso e nutritivo
em: Comendo Fora
08/12/2017 09:43
Prato tipicamente brasileiro também é comum em outros países. Especialistas ainda garantem que, sim, é saudável

Branquinho misturado com o marronzinho, ou amarelinho entremeado de raspas de cenoura junto ao cozido pretinho. Bacon na hora de cozinhar o feijão, para dar aquele sabor e engrossar. Em Minas Gerais, nada melhor que um tutu de feijão com arroz, tudo feito no fogão a lenha. A reviravolta acontece com os paulistas, que registraram a marca do virado, agregando carnes e fritados à dupla arroz e feijão. Separados, cada um contribui para uma receita diferente. Mas juntos formam o prato mais conhecido do País: arroz com feijão.

+ Cachaça brasileira também faz sucesso no exterior
+ Comer bem é optar pela variedade
+ Temperos do mundo que melhoram o sabor
 
Deixando as terras brasileiras rumo às paragens hermanas, é possível perceber que essa comida é apreciada por outros paladares. Claro, em solo alheio ganha outros nomes, tais como moros y cristianos em Cuba, casamiento em El Salvador e República Dominicana, red beans and rice, no estado norte-americano Luisiana, a versão doce japonesa de mochi e gallo pinto, nas Honduras. Exemplos não faltam. O arroz com feijão é apreciado em todo o globo terrestre, dos russos até a tia do interior que vive dos causos do bairro. 
Dizem as más-línguas que combinados diariamente, arroz e feijão são vilões para a saúde, aumentam o colesterol, engordam, fazem cair cabelos, trazem pesadelos e roubam criancinhas. Carochinhas ou casos de família, o melhor é tirar a dúvida com a especialista. “Como todo alimento, o arroz e o feijão não devem ser consumidos em excesso, mas em quantidades adequadas eles podem contribuir para o emagrecimento. Isso porque as fibras dietéticas presentes nessa combinação estimulam a saciedade e a melhoria da saúde metabólica”, diz a nutricionista Samantha Macedo, integrante da Câmara Técnica do Conselho Regional de Nutricionistas de São Paulo (CRN).
Ela complementa: “A combinação do arroz com feijão em uma mesma refeição se destaca no valor proteico, uma vez que apresenta todos os aminoácidos essenciais. Há também a presença de fibras, que ajudam no funcionamento intestinal. Além disso, estudos apontam a importância de combinar esses alimentos na dieta a fim de aumentar o teor de ferro, melhorar os compostos associados à absorção do nutriente e minimizar o efeito negativo dos fitoquímicos. No caso do arroz, ele é rico em um aminoácido chamado lisina, que tem vitaminas do complexo B, contribui para diminuição do colesterol ruim e apresenta baixo teor de gordura. Já o feijão se destaca por conter em sua composição um aminoácido chamado metionina, ser fonte de vitaminas B1, B2, B3 e B9 e apresentar minerais como potássio, ferro e fósforo.”
Pelo visto, as avós já sabem de tudo isso quando insistem com os netos: “Vem comer, menino. Come bastante arroz com feijão para você ficar forte”. 
x

URL



Redes Sociais

Email

x
Seu nome
Seu email
Comentário