Selecione seu local x
Pesquisar meu local atual

Artigos e Receitasver todas as matérias

Prós e contras das motos e scooters
em: Carros, Motos e Bicicletas
04/04/2018 08:48
 Transporte em duas rodas exige total atenção no trânsito para evitar acidentes

Engarrafamentos, buzinas e condutores distraídos tornam o trânsito no ABC e na Grande São Paulo um caos e uma fonte de estresse. Por esse motivo, muitas pessoas resolveram “cortar” o número de rodas motorizadas ao meio quando o assunto é transporte. O carro traz conforto, mas no dia a dia costuma não ser muito prático. Uma moto ou scooter se torna opção mais veloz, além de consumir um quarto do combustível despendido por um carro de passeio. Em meio a congestionamentos, uma leve acelerada já faz com que a motocicleta avance por mais de cinco carros, em média. Elas também são mais fáceis de estacionar, pois qualquer brecha junto à beira da calçada acomoda bem o veículo. Porém, exigem cuidado redobrado, já que deixam o condutor mais vulnerável a acidentes. 
O mercado de ciclomotores está cada vez mais especializado. Tanto que chuva e mau tempo não servem de desculpa para não se locomover de motos ou motonetas. Vestimentas especiais para todo o corpo garantem isolamento térmico e impermeabilidade. Manutenção e reposição de peças também são pontos positivos das motos quando comparados com os gastos dos veículos de quatro rodas. 
A segurança, no entanto, deve ser a preocupação principal. Respeitar as leis de trânsito é o primeiro passo para evitar acidentes – além do uso obrigatório do capacete, claro. Se o objetivo é apenas transporte, dê preferência para motos com baixas cilindradas – que são menos visadas por ladrões e assaltantes. Elas possuem desempenho menor quando comparadas com as irmãs de cilindradas e velocidades maiores, mas também consomem menos combustível e possuem compartimentos embutidos para armazenar pastas e pertences do motociclista. 
Em todos os casos, as motos não oferecem ao condutor a segurança de um veículo fechado. Derrapam com facilidade e os tombos, mesmo em baixas velocidades, geralmente causam ferimentos. A responsabilidade e preocupação aumentam quando o condutor está acompanhado do carona. Outro fator negativo é que a maioria dos motoristas não respeita os motoqueiros e, invariavelmente, podem acontecer fechadas e brigas de trânsito. Por esses e outros motivos, ingressar no transporte sobre duas rodas é uma atitude que envolve muita precaução e respeito ao trânsito. 
 
Estilo
Andar de moto não precisa ser um hábito somente de necessidade. É possível mesclar o transporte diário com bom gosto e estilo. As antigas vespas voltaram a ser fabricadas no Brasil. Porém, muitos colecionadores ainda mantêm modelos restaurados com mais de 30 anos. Nesse setor, diversas marcas ingressaram na moda vintage e oferecem scooters com design retrô, mas mantendo todas as facilidades que essas motonetas possuem. 
As pequenas motocicletas não escondem o principal motivo de terem despontado no mercado automotivo: facilidade na pilotagem e desenvoltura no trânsito. E você, já escolheu a sua? 
x

URL



Redes Sociais

Email

x
Seu nome
Seu email
Comentário